Sociedades à beira da forca

Em Caxton Gibbet, perto de Cambridge, Inglaterra, defronte à uma lanchonete um monumento recorda que do século XVII ao XIX pessoas eram ali enforcadas ou deixadas morrer de fome e sede. Em gaiolas de ferro, vivas ou mortas ficavam dependuradas durante meses, para servir de exemplo. No Brasil, na mesma época fazia-se algo parecido. No […]